segunda-feira, 10 de julho de 2017

Boas intenções




-Vanusa me escuta! Preciso me banhar na sua Áurea Energética. Quem conseguir se banhar na sua Áurea terá super poderes, Vanusa. Quero ser poderoso para transformar os políticos de Brasília em honestos e bondosos, com minha Espada Laser da Justiça Suprema.
Por favor, Vanusa, me libera sua Áurea Energética, para que eu poça emanar o halo da paz forever para que todos sejam amigos e caminhem de mãos dadas.
Vanusa, não tenha medo! Tenta me entender... Não faça isso, Vanusa! Não tira a roupa, Vanusa. Vanusa, na pula da janela nua, o que os vizinhos dirão. VANUSAAA... Vanusa se foi!


***

Dias depois, recebi uma carta póstuma de Vanusa:


"Querido Eduardo, eu queria muito te dar minha AURA Energética a você, entretanto, você queria usá-la para impor sua vontade. Mesmo tendo boas intenções, querido, seria um ditador com poderes inimagináveis e cercearia a liberdade individual dos indivíduos de escolher os próprios caminhos. Por isso, que decidi acabar com minha vida para que não possa se banhar na minha AURA Energética. O mundo é imperfeito e injusto, mas, acredito na liberdade de escolha e do pensamento de cada indivíduo. OBS: Eduardo, querido, o certo é Aura Energética e não Áurea como já vi postando por aí. Aprenda a escrever, por favor! "



Conto ao som: 


Postar um comentário