quarta-feira, 26 de outubro de 2016

TÓXICOS


... Fiquei muito contente ao me mudar para um condomínio meio campestre.  As casas não eram muito coladas e havia um bosque muito bonito.

 

Depois, de me instalar, comecei a caminhar. Na rua, não havia ninguém e como era agradável andar sozinho.  Um dia, prestei a atenção em uma casa ao lado da minha. Ela parecia ser de boneca e não tinha nada fora do lugar. Um casal de idosos ficava na varanda e me cumprimentavam. Pareciam viver muito bem.

 

Sempre que caminhava, eles riam para mim e puxavam papo. Até que me convidaram para jantar e fiquei agradecido.

 

O jantar estava maravilhoso e conversamos sobre tudo. Porém, quando um se ausentava por algum motivo, o outro falava mal do que havia saído. " Ele já me traiu várias vezes.", " Ela é fria e foi péssima mãe. Meu filho mais velho se matou por causa dela...". Fiquei constrangido. A comida começou a revirar o estômago, senti-me intoxicado. Arrumei uma desculpa que precisava acordar cedo e fugi dali. Resolvi mudar o trajeto das minhas caminhadas e nunca mais passar por ali.

 

Meses se passaram e soube da notícia que foram encontrados mortos em casa. Foram envenenados por uma substância desconhecida. Será que um envenenou o outro ou foram se intoxicando durante anos até o momento fatal? Na reportagem da tevê, uma filha do casal comentou que todos da família já sabiam que era " uma tragédia anunciada".

 

De vez em quando, passo pela "casa de boneca" do casal de idosos e me pergunto por qual motivo as pessoas complicam tanto a vida e preferem viver relações tão tóxicas.

 

 

 

Postar um comentário