quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O MENINO


Cena do filme Brinquedo Assassino - Filme 1988

Sempre tinha o rosto angelical. Quando sentia raiva ou tristeza, transferia tudo para o boneco através dos sonhos. Ao amanhecer, ficava renovado. 

Um dia, quando voltou para escola. Encontrou um bilhete: 

“ Me libertei de você, não vai mais desaguar nada em mim."

A partir desse momento, o menino não teve mais os traços tão angelicais.

Postar um comentário