domingo, 27 de janeiro de 2013

MORDIDOS




Duy Huynh




Abraçaram-se. Sabiam que foram mordidos pela serpente feita de palavras e que não enxergariam mais o mundo do mesmo jeito. Viajaram para outros lugares, que nem imaginavam conhecer. Continuaram abraçados, estavam com medo de conhecerem o novo e enfrentar o mundo antigo, onde viviam. Mas, um dava força para o outro e cheios de alegria continuaram unidos.

Postar um comentário