sábado, 10 de outubro de 2009

Crédito da imagem:http://rainbowsky.blogs.sapo.pt/arquivo/pain-thumb.jpg



" Quem sabe, ela volte um dia."

Quando a dor foi embora, viu-se completamente desamparado; uma vez que, sem ela, as pessoas não o ajudariam mais. Diferente dos outros, gostava de se sentir cuidado e perceber que as pessoas o olham com pena. Agora, o medo do desconhecido rodeava seu coração. Resolveu, então, dissimular que ainda sofria.

Postar um comentário