terça-feira, 12 de maio de 2015

VERDADEIRO

            




Havia um cálice de ouro e uma cumbuca de barro. Um agiu com impulso e pegou a primeira. O outro usou a cabeça, escolhendo a segunda. O primeiro foi salvo e o segundo pereceu, pois o teste era para testar a sinceridade das ações.
Postar um comentário