sábado, 30 de agosto de 2014

sede

Imagem tirada do celular



Sempre quando ia à fonte, saciava sua sede. Porém, quem assistia a cena não entendia a razão de ele fazer isso, já que a fonte estava sem água há muitos anos. 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A FLOR DA PELE


Foto tirada do meu celular


Frida cansada de ficar à espera de um príncipe encantado, resolveu fechar a janela e sair do quarto.

 Começou a procurar um trabalho e a estudar. Encontrou um cara legal, mas que estava mais para sapo do que príncipe. Só que Frida aprendeu amá-lo.

Casaram-se e ele a incentivou a escrever suas histórias sobre jovens tímidas, que encontravam príncipes encantados, os quais a enchiam de joias e preenchiam todos os vazios de suas respectivas existências. Tornou-se uma famosa escritora de romances de sentimentos a flor da pele.

Apesar de continuar a fantasia do amante perfeito, amava o marido que sempre estava ao seu lado, mesmo quando bebia cerveja e assistia ao futebol na teve, ou, roncava em plena madrugada.

 Descobriu não ser necessário realizar certos desejos, que podiam permanecer imersos nos sonhos, inclusive, seriam oásis perfeitos quando o dia a dia se tornasse chato.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

SILÊNCIO


- Tio, o silêncio fala comigo.

- Como?


- Através de vibrações e imagens.

DEITADO NO GRAMADO( MICRO ANTIGO)

Imagem encontrada no google


Deitado no gramado, crê moldar nuvens com o falo.

SEM ESCAPATÓRIA( mini antigo)

Imagem encontrada no google



A sua bondade foi esculpida pelo medo de ir para o inferno. Entretanto, não escapou do olho que tudo vê. 

domingo, 17 de agosto de 2014

SEM OLHAR PARA TRÁS

Imagem encontrada no google



Lauro sempre teve paixão por José. Tentou se declarar, mas o vizinho dizia que era hetero. Então, ocultou por vários anos o sentimento mas, a vontade de realizar seu desejo permaneceu em seu interior, mesmo tendo outros relacionamentos.

Um dia, numa manhã como as outras, sentiu-se estranho, como se faltasse algo e quando se olhou ao espelho, viu que era uma mulher. Ficou atônito ao se perceber em outro corpo e além do mais, feminino. Correu para o quarto da irmã, Marieta, que se assustou ao vê-lo mulher. Os dois não sabiam o que fazer e decidiram inventar a história de que Lauro viajara e receberam a visita de uma prima distante. Dividiam o apartamento há muitos anos, desde que os pais haviam se mudado para o interior.

Marieta lhe emprestou roupas, depois inventou um nome para a suposta prima: Íris. Lauro estava descontente com a situação, nunca imaginou ser mulher, gostava de ser um homem que se relacionava com outros homens. Aliás, quem não o conhecia bem, nunca iria imaginar que era gay.

Marieta lhe disse para relaxar e o chamou para sair. Lauro-Íris aceitou a ideia com resistência. Quando estavam na rua encontraram José que ficou encantado com Íris à primeira vista. Lauro se incomodou, não queria que José gostasse dele nessa situação.

“ A vida é tão estranha” pensou Lauro, sempre quis que José o olhasse. Entretanto, a situação era complexa já que ele se transformara, do nada, em  mulher. A irmã brincou: “ Por que não aproveita a situação?”. Mas, não queria ser amado como mulher e sim como homem. Por isso, sempre namorou bastante para esquecer José.

O dia estava longo, Lauro queria resolver a situação que considerava esdrúxula. O pior é que José ficava a espreita e, para piorar, estava de férias do trabalho. Abordava Marieta para pegar o telefone da prima...

Marieta dizia que Lauro estava muito encucado, precisava relaxar e curtir o mistério. De repente, poderia gostar de ter um orgasmo feminino. Poderia ser uma experiência reveladora. Lauro disse que poderia experimentar, mas não com José. Trancou-se no quarto e explorou a vagina que brotara por entre suas pernas, sentiu um gozo diferente e intenso, mas não era a mesma coisa.  Sentia falta de seu pau, era seu amigo e pertencia à sua identidade. Tentou de novo, saiu com a irmã numa balada, transou com um desconhecido e teve a mesma sensação de estar incompleto.

A madrugada avançara e os irmãos voltaram para casa, bêbados. Lauro-íris foi para o quarto e desejou, com todas as forças, voltar a ser homem novamente, mesmo que nunca experimentasse o amor de José.

Em um outro dia, Lauro sentiu-se diferente e se olhou no espelho. Gritou de felicidade, havia voltado à sua forma original. Marieta o abraçou feliz Lauro decidiu que acabaria com o amor platônico por José.  Quando foi à padaria, José perguntou pela prima e Lauro respondeu que nunca mais voltaria. Percebeu o outro triste, mas foi embora sem olhar para trás.


Pela primeira vez, sentiu-se com o coração fértil para novos amores.

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O DIÁRIO


Imagem encontrada no googe

-Oi, Aline.
- Você me conhece?
- De certa forma, sim. Li o diário de Antônio, encontrei-o por acaso no porão. Mudei pouco tempo.
- Diário? Antônio?
- Vocês passaram momentos intensos, não?
- Não sei do que está falando.
- Quando comecei a ler o diário, as lembranças de Antônio tornaram-se vivas em mim e não consigo tirá-las da minha cabeça.
- O senhor me assusta.
- Desculpa, mas se esqueceu de Antônio? Pareciam tão apaixonados.
- Eu me casei com ele e ele está prestes a chegar.
- Que surpresa. Se vocês quiserem o diário, pareçam lá em casa. Podemos ser amigos muito próximos...
Quando Antônio chegou, Aline brigou com ele, por dizer inverdades em relação às intimidades deles num diário. Porém, ele lhe disse que só escreveu fantasias juvenis e até tinha esquecido que escrevera um diário um dia, fazia tantos anos.


terça-feira, 12 de agosto de 2014

Coitadinha


Imagem encontrada no google


- Por que sua cama fica tão molhada? Troco os lençóis toda hora e nem tem vazamento no teto.


- Ela quer que eu lhe faça companhia, mas tenho que sair cedo. Chora muito, coitadinha, não gosta de ficar sozinha.

domingo, 10 de agosto de 2014

- TRAIDOR.


Imagem encontrada no google


- Como?

- Te vi aos beijos com a vizinha do lado.

- E você? Guarda a foto do ex-noivo morto no fundo da gaveta e ainda fica suspirando.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

EXCLUSIVO

Imagem encontrada no google

Marido mata esposa porque o traiu com um cara que tem o pau menor que o dele.


Mulher mata marido porque a traiu com uma mulher mais feia que ela.

escapulidas


segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Cativas


encontrada no google

Todos foram embora do castelo em ruínas. O barulho do vento corta o silêncio dos corredores e dos aposentos. Através da janela do quarto, uma senhora observa o jardim ressequido. A velha empregada entra no quarto com uma bandeja, só há água na xícara de porcelana trincada e um pão velho.

Vivem o mesmo cotidiano, continuando cativas ao passado. Nem percebem o tempo modificar suas fisionomias e tornar suas roupas em trapos.

Ao longe, os intrusos observam o castelo abandonado. Invadirão a qualquer momento...

***
Música que acompanha este conto...