sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O DIÁRIO


Imagem encontrada no googe

-Oi, Aline.
- Você me conhece?
- De certa forma, sim. Li o diário de Antônio, encontrei-o por acaso no porão. Mudei pouco tempo.
- Diário? Antônio?
- Vocês passaram momentos intensos, não?
- Não sei do que está falando.
- Quando comecei a ler o diário, as lembranças de Antônio tornaram-se vivas em mim e não consigo tirá-las da minha cabeça.
- O senhor me assusta.
- Desculpa, mas se esqueceu de Antônio? Pareciam tão apaixonados.
- Eu me casei com ele e ele está prestes a chegar.
- Que surpresa. Se vocês quiserem o diário, pareçam lá em casa. Podemos ser amigos muito próximos...
Quando Antônio chegou, Aline brigou com ele, por dizer inverdades em relação às intimidades deles num diário. Porém, ele lhe disse que só escreveu fantasias juvenis e até tinha esquecido que escrevera um diário um dia, fazia tantos anos.


Postar um comentário