segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Cativas


encontrada no google

Todos foram embora do castelo em ruínas. O barulho do vento corta o silêncio dos corredores e dos aposentos. Através da janela do quarto, uma senhora observa o jardim ressequido. A velha empregada entra no quarto com uma bandeja, só há água na xícara de porcelana trincada e um pão velho.

Vivem o mesmo cotidiano, continuando cativas ao passado. Nem percebem o tempo modificar suas fisionomias e tornar suas roupas em trapos.

Ao longe, os intrusos observam o castelo abandonado. Invadirão a qualquer momento...

***
Música que acompanha este conto...
Postar um comentário