quinta-feira, 10 de julho de 2014

Perdão




   - Alô, Lauro, para de ser rancoroso. Tubo bem que te ferrei várias vezes como detonar você pro chefe com o intuito de roubar sua promoção, seduzir toda sua família, principalmente, o cachorro e plagiar todas suas ideias. Apesar de tudo, sempre amei você, amigo. Sou traíra, tentarei não mais te sacanear. Você foi o único otário, Zé Mané e anta que cativou meu coração. Vamos beber uma cerveja e pode me emprestar uma grana? Estou na pior... Então, está combinado, a gente se vê naquele bar perto da sua casa. Mas, tem um problema, só posso sair de madrugada. Estou morando muito longe, pode vir me buscar? Outra coisa me empresta aquela mala grande de viagem, acho que viajarei por esses dias.

***


Postar um comentário