sábado, 30 de março de 2013

MATA ESCURA



Imagem encontrada no google



Eu morava com o pai e a mãe em uma casa que parecia um ovo. Um dia, roubei a chave que meus velhos escondiam no quarto onde dormiam e saí para a mata escura que sempre tive curiosidade de explorar.

Era um lugar de dar medo e sua escuridão me contaminava. De repente, vi uma fera me espreitando. Peguei meu canivete e fiquei à espera. Avançou em cima de mim e a atingi no olho. A besta fugiu.

Quando retornei,  minha casa estava em ruínas e meus pais haviam desaparecido.

Completamente sozinho, me embrenhei na mata escura.
Postar um comentário