quarta-feira, 27 de março de 2013

LIVRE



“Deito na cama e olho o teto. Não tenho desejo de fazer nada. Sinto-me intensamente livre."
Postar um comentário