domingo, 31 de janeiro de 2010



crédito da imagem: http://www.arteuy.com.uy/BuquetM/Img/02711x.jpg


NOITE DE VERÃO. A senhora vai à janela em busca de uma brisa e, ao olhar a rua, vê um rapaz observando-a. Ele está vestido com roupas que saíram de circulação há trinta anos. Suas lembranças mais antigas começaram a surgir e um nome veio à sua mente. A violência do silêncio do rapaz dava golpes no seu peito e ela sentia seus ossos se racharem. No dia seguinte, seu corpo foi encontrado esmagado no apartamento...

A jovem sai do apartamento e vai ao encontro do rapaz. Não se falam. Ela chora e ele está com os olhos injetados. Ela se aproxima, ele se distancia um pouco. Ela o abraça e ele cede. Depois, dão-se as mãos. As pessoas que passam pela rua, acham estranho dois jovens com roupas dos anos 70 enlaçados no meio da calçada. Alguns imaginaram que fosse alguma gravação de novela. De repente, dissipam-se no ar e o espaço que ocupavam é preenchido pelos transeuntes apressados.

Postar um comentário