sábado, 3 de abril de 2010



SONHO-CONTO





Um homem com uma pistola atira no meio da testa de suas vítimas, onde surge uma rosa solitária. O assassino colhe as flores e dá para amada. Ela fica feliz e dança para os cadáveres, que lhe esboçam um sorriso. 



Postar um comentário