quinta-feira, 15 de junho de 2017

ESPERANÇA


Continuo a me assustar com as coisas que acontecem por aí. Mas, parece que todos se acostumaram com o absurdo e acreditam que a vida é assim mesmo. 
Será que sou só eu, um náufrago em meu quarto, desesperado com as ondas gigantes com rostos de bestas?
Queria tanto me acostumar e a me resignar, não consigo. 
Mais uma vez, à deriva na madrugada, completamente sozinho. 
Ainda bem que tenho esperança.
Postar um comentário