sábado, 26 de março de 2016

“CIVILIZADO”



Olho a lua pela janela e sinto saudade do tempo que via a mesma cena e tinha medo de um vampiro escondido na cortina me atacar. Mas, com o tempo, o medo desta criatura fantástica morreu com minha infância. Principalmente, quando comecei a estudar a História da humanidade. Para eu estar aqui, quantas espécies de faunas, floras foram exterminadas e quantos povos nativos foram extintos. Meus antepassados não beberam sangue, mas sugaram a vitalidade de outros para construir seus prédios e monumentos. Eu me recuso a acreditar que existe algo tão bárbaro em mim, sou um indivíduo " civilizado". Todavia, a luz do luar me ilumina e tenho a impressão de meus caninos estarem um pouco protuberantes.
Postar um comentário