sábado, 19 de novembro de 2011



Estrondo no céu! Lembra-se do avô. Recostava-se na sua barriga e ouvia trovões também. Sente saudade.

Postar um comentário