sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

VÍNVULO






Era uma vez...
 Duas princesas à espera de seus príncipes. Ficaram um longo tempo juntas e começaram a ter um vínculo forte.
Quando os príncipes as salvaram e as levaram para seus respectivos reinos, elas se lembravam de quando estavam presas na masmorra e sentiam saudade dos momentos compartilhados.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Casa de boneca



Tinha uma vida perfeita. O marido era belo, rico e os filhos saudáveis. As únicas coisas que a incomodavam, era a enfermeira que vinha lhe dar remédio e coloca-la para dormir.
Afastava-a de seu lar ao lado da cama.

domingo, 11 de dezembro de 2016

REPETITIVAMENTE

video


Sempre se sentiu num filme, mas, ninguém acreditava nele. Quando morreu e a escuridão surgiu com os créditos rolando, os outros ficaram perplexos de ele ter sempre falado a verdade. Entretanto, tinham a esperançar de que se esqueceriam desta verdade e retomariam suas vidas quando alguém assistisse ao filme. 

Já o protagonista, estava casado de viver repetitivamente a mesma história. 

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Herdeira



Nunca conheceu os pais e vivia sozinha num apartamento. Sentia-se uma folha ao vento. Mas, um dia ao preparar o chá, começou a pensar que praticava um ritual ancestral e que vários indivíduos fizeram a mesma coisa. Percebeu-se que carregava dentro dela milhares de anos de humanidade e a cada atitude cotidiana, esta herança se manifestava.
Percebeu-se não mais solitária.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Olhos devoradores


Não sei o motivo, mas, meus olhos tornam-se bocas famintas e devoram tudo que encontram. 

Quando voltam ao normal, só vejo ruínas. Além, de sentir um vazio terrível. É estranho, já que, ao mesmo tempo, sinto-me empanzinado. 

Resolvi me refugiar para um lugar bem distante da civilização.

Na imensidão das dunas e do mar, meus olhos devoradores tornam-se insignificantes. 

Na solidão, encontrei a paz e o vazio-abismo adormeceu dentro de mim.

Bem, pelo menos, por enquanto...