quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

PIERRE E CALEBE


Imagem encontrada no google

Helena quando conheceu Pierre se encantou. Era um homem bonito,  bondoso e nunca perdia a paciência. O único problema era que Pierre tinha a foto do irmão falecido e gêmeo (Calebe) por todo apartamento e Helena se incomodava um pouco com este fato. Mas, Pierre era tão especial, que Helena relevou.
O tempo passou... Helena se casou com Pierre e foi morar no apartamento dele. No início, queria fazer uma reforma no lugar e tirar as fotos espalhadas de Calebe.
Todavia, não queria magoar os sentimentos do marido e resolveu deixar para lá, mais uma vez.  Além da bondade de Pierre, ele foi o único homem que satisfez Helena na cama e a jovem se sentia completa.
Na verdade, Helena não se entregava para Pierre. Quem a possuía era o espírito de Calebe. Pierre amava Helena, mas não gostava de sexo. Ele  passava a madrugada inteira, dando comida aos mendigos, já que sentia um prazer sem limites, quando ajudava  ao próximo.
Ao amanhecer, Pierre entrava no quarto de mansinho para não acordar Helena, que dormia tranquilamente. Olhava agradecido para foto do irmão e Calebe retribuía com a fisionomia de cumplicidade.


Postar um comentário